Carta-Circular BACEN/Desig Nº 4009 DE 21/02/2020 │ Entenda

Carta-Circular BACEN/Desig Nº 4009 DE 21/02/2020 │ Entenda

Carta-Circular BACEN/Desig Nº 4009 DE 21/02/2020 │ Entenda

Estamos todos sob os efeitos de um crise histórica. Todos os setores estão buscando soluções e alternativas para mitigar o impacto negativo na economia que esta pandemia tem causando. 

Uma providência tomada pelo Banco Central do Brasil por meio da Carta-Circular BACEN/Desig Nº 4009 DE 21/02/2020, no entanto, têm causado muitas dúvidas Entenda porquê;

A circular 4009 do BACEN, autoriza o saque em dinheiro em casos de consórcios contemplados e quitados. Porém, o saque em dinheiro sempre foi autorizado para os cotas contempladas e quitadas. A novidade está no fato de que antes da circular 4009, era necessário aguardar 180 dias para isto. Ou seja, o que a circular alterou nas normas já vigentes é a autorização do saque imediato das cotas nesta situação.

Não é raro pessoas interpretando a carta-circular erroneamente. Seja por não ter se atentado devidamente ao documento ou por receber orientação equivocada de seus consultores.

Para essas pessoas, o saque foi autorizado em caso de cota contemplada apenas. E essa informação não está correta. Só é possível  sacar em dinheiro os valores da sua cota contemplada se seu consórcio estiver quitado. 

Assista ao vídeo e entenda mais sobre a Carta-Circular 4009 do BACEN

Se esta informação foi útil para você, compartilhe com um amigo. Se não foi, nos dê sua opinião nos comentários. 

Confira nossa tabela de Cotas Contempladazs
Tabela de Cotas Contempladazs

One thought on “Carta-Circular BACEN/Desig Nº 4009 DE 21/02/2020 │ Entenda

  1. Carolina Gomes de Carvalho Araujo Pereira

    Prezados,
    Gostaria de saber se essa diminuição de até 30% do valor máximo pode equivaler a um consórcio que foi formalizado por contrato em outubro de 2018.

    Entendo que a dificuldade do consorciado é igual a todos, tanto quanto em grupos já formados quanto para os que estão em formação e a Constituição prevê igualdade em direitos.

    É possível pedir equidade legislativa e conseguir a redução da minha carta de crédito?

    Obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *