7 dicas de como guardar dinheiro na pandemia sem comprometer o orçamento

Guardar dinheiro na pandemia vem se tornando um hábito em todo o país. Segundo o levantamento Retratos da Sociedade Brasileira, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), cerca de 32% dos brasileiros conseguiram poupar mais em 2020.

Entre os principais motivos para isso, está o  medo de perder a renda ou emprego. No Brasil,  a taxa média de desemprego atingiu 13,5% no ano passado. 

Agora, se você também deseja ter poupar e não comprometer o orçamento familiar, continue lendo este artigo que o Grupo Capital preparou.

Por que é importante guardar dinheiro na pandemia?

A pandemia trouxe diversas incertezas para a população mundial. Afinal, muitas pessoas perderam seus empregos ou tiveram que trabalhar de casa para diminuir a contaminação. Os sistemas de saúde em todo o mundo colapsaram, assim como a economia.

Esses fatores fez com que a preocupação com o dinheiro e com o futuro aumentasse. Tanto que poupar passou a ser prioridade de muitos. De acordo com uma pesquisa da Exame Invest, 70% dos brasileiros ouvidos passaram a economizar mais por conta do vírus

Portanto, economizar na pandemia é uma forma para evitar problemas financeiros caso a pessoa venha a perder o emprego, precise fechar seu negócio ou ainda enfrente problemas de saúde.

Entenda os motivos pelos quais você quer guardar dinheiro na pandemia

É por proteção? Para realizar um sonho? tudo isso pode ser decisivo no fim das contas. Quem quer ter mais segurança, o ideal é focar na formação de uma reserva de emergência.

Agora, a pessoa que deseja conquistar um objetivo a médio e longo prazo, pode investir em algum produto financeiro ou em um consórcio. Tudo vai depender do motivo pelo qual ela quer guardar dinheiro.

Como guardar dinheiro na pandemia e não comprometer o orçamento

Controlar as finanças, cortar gastos supérfluos ou ter uma renda extra são só algumas dicas para poupar mesmo em tempos de crise, veja a seguir.

1. Pense na formação da sua reserva de emergência

Em um momento de incertezas, o melhor a se fazer é guardar dinheiro na pandemia

para se ter segurança. Por isso é tão importante ter uma reserva de emergência. Caso você perca o emprego ou tenha que lidar com gastos de emergência, terá onde recorrer.

O ideal é ter seis vezes o valor dos seus gastos fixos atuais. Ou seja, se você gasta R$1500,00 todos os meses com alimentação, aluguel, água, energia e combustível, precisa ter uma reserva de emergência de no mínimo R$9.000,00.

Esse precisa ser um dinheiro de fácil acesso, por isso prefira deixá-lo em aplicações de liquidez diária ou em bancos digitais.

2. Separe uma porcentagem do que você ganha

Estabeleça um valor para poupar mensalmente, ainda que você tenha contas em aberto. Mesmo que você só consiga separar R$100,00 da sua renda, o importante é começar. 

Outra alternativa é listar seus gastos e dívidas e veja quanto é possível economizar da sua renda todos os meses. 

3. Faça uma renda extra

Essa é outra alternativa para guardar dinheiro na pandemia. Mesmo que você não tenha tempo para nada, aproveite os finais de semana para transformar um hobby em negócio, dar aula de algum instrumento ou revender produtos.

Em momentos de crise, ter uma renda extra é fundamental para quem tem objetivos maiores a longo prazo, como comprar um imóvel pronto ou na planta.

4. Corte gastos desnecessários

A pandemia obrigou grande parcela da população a ficar em casa e, assim, diminuir gastos com lazer. Contudo, muitas pessoas passaram a gastar com outras coisas, como deliverys de comida, serviços de streaming (Netflix e Amazon Prime), fazer compras online, entre outros.

Em 2020, as lojas virtuais tiveram um faturamento de R$ 126,3 bilhões, de acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). 

Portanto, se você é uma dessas pessoas que passaram a gastar mais com os serviços citados acima, uma alternativa é rever o extrato e analisar a saúde das suas finanças. Assim será possível visualizar o que pode ser reduzido ou retirado da lista de gastos.

Se você não tem o costume de controlar seu dinheiro, baixe um aplicativo de organização financeira e registre tudo, até mesmo o cafezinho após o almoço.

5. Aprenda a investir melhor o seu dinheiro

Seja em produtos de investimento ou em consórcios, saber o que fazer com o dinheiro poupado é fundamental para alcançar as metas. Por isso, procure saber qual tipo de aplicação é mais indicada para o seu perfil, qual tem o melhor rendimento a curto, médio e longo prazo.

Já em relação ao consórcio, procure uma modalidade que atenda às suas necessidades ou busque comprar uma cota de forma estratégica.

6. Tenha um objetivo na hora guardar dinheiro na pandemia

Embora ter segurança seja uma das metas principais em tempos de crise, definir uma prioridade para o dinheiro pode te ajudar a economizar na pandemia. Isso porque fica mais fácil dizer não para os gastos desnecessários e supérfluos.

Portanto, se você deseja fazer uma viagem dos sonhos após a pandemia, foque em alcançar esse objetivo, por exemplo. Além de tornar o hábito de poupar menos doloroso, ainda te ajuda a ser mais focado.

7. Pague as dívidas

Ainda que economizar seja essencial na hora de guardar dinheiro na pandemia, manter as dívidas em dia também é importante. Ir jogando as contas para a frente pode transformar suas finanças em uma verdadeira bola de neve.

Mas se sua renda não te permite fazer isso, entre em contato com a instituição credora e verifique a possibilidade de negociar. Se você tiver mais de uma dívida, priorize aquela que tem a maior taxa de juros.

Guardar dinheiro na pandemia pode ajudar para planos no futuro

Mesmo que a precaução e o medo de perder o emprego ou a renda sejam os principais fatores, poupar dinheiro também ajuda a conquistar um objetivo a médio e longo prazo. 

Daqui um ou dois anos, quando todos estiverem vacinados e a pandemia ficar para trás, você poderá usar a quantia economizada para realizar um planos, como comprar um carro novo, ter a casa própria, fazer um curso superior, entre outros.

Vale a pena aprender a guardar dinheiro na pandemia? 

Por mais que o momento seja de precaução, poupar é um hábito que deve ser levado para a vida toda. Afinal, ele fornece mais segurança, principalmente em momentos de crise, e ajuda a realizar objetivos.

Nesse sentido, vale muito a pena aprender a guardar dinheiro na pandemia. No começo pode parecer uma tarefa difícil, mas com determinação e foco é possível sim cortar gastos e formar uma reserva.

Se você já tem algum valor, pode investi-lo em aplicações e até mesmo em um consórcio. Esse último é uma boa alternativa para quem tem planos a médio e longo prazo, pois garante poder de compra e força até mesmo os indisciplinados a pouparem.

Portanto, se você tem um objetivo para daqui a cinco ou dez anos, fale com um de nossos consultores e conheça os melhores planos para o seu perfil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *