10 Livros de finanças para começar a lidar melhor com o seu dinheiro!

Os livros de finanças estão cada vez mais em alta. Afinal, é mais fácil mudar de hábitos e aprofundar sobre o tema a partir de conteúdos de quem entende do assunto.

São diversos títulos que trazem experiências pessoais, reflexões sobre o dinheiro, dicas de investimentos, passo a passo para poupar, entre outros.

Por isso, separamos dez livros de finanças para te ajudar a entender mais sobre o tema.

Por que os livros financeiros estão tão populares?

Em um momento de incertezas e até mesmo de dificuldades financeiras as pessoas passam a se preocupar mais em economizar dinheiro. Afinal, existem cerca de 14,4 milhões desempregados no país, de acordo com o IBGE.

Além disso, o desenvolvimento tecnológico e as redes sociais facilitaram o acesso a temas complexos, muitas vezes restritos a pessoas da área ou a investidores. Hoje, qualquer pessoa que deseja aprender como investir ou controlar suas dívidas consegue em alguns cliques. Dessa maneira, muitos procuram livros para se aprofundar no assunto.

Qual a importância dos livros de finanças na vida das pessoas?

Não é fácil mudar hábitos de uma hora para outra, principalmente quando eles estão relacionados à crenças construídas ainda na infância. E essa é uma das maiores dicas passadas por livros desse tema.

Por outro lado, ler exemplos de pessoas que já passaram por dificuldades financeiras e que conseguiram ter sucesso são mais eficientes do que apenas seguir um passo a passo generalizado.

10 livros de finanças para te ajudar a entender melhor esse universo

Confira a seguir dez títulos para você aprender sobre planejamento financeiro, diferença entre ativos e passivos, dicas para economizar dinheiro, entre outros.

1. Pai Rico, Pai Pobre

Esse best-seller de Robert T. Kyiosaki e Sharon Lechter aborda a importância da educação financeira e como os exemplos familiares podem ajudar a conquistar dinheiro. 

No livro, Robert usa como exemplo seus dois pais:

  • O pobre: seu pai de sangue, que tem vários títulos acadêmicos, mas vive para pagar contas;
  • Rico: pai de um amigo, que não tem formação, mas é um empreendedor.

Nesse sentido, ele explica que a maioria das pessoas vivem em uma corrida de ratos. Ou seja, procuram ganhar mais para gastar mais e o ciclo nunca termina.

Além disso, ele fala como algumas pessoas perdem dinheiro adquirindo passivos (carros, casa) e outros ativos. Esse último são coisas que rendem dinheiro, como investimentos financeiros.

2. Me Poupe! 10 passos para não faltar dinheiro no seu bolso

Dona de um dos maiores canais financeiros no brasil, Nathalia Arcuri mostra como é possível poupar mesmo ganhando pouco, economizar no dia a dia e entender um pouco mais sobre investimentos. 

Esse é um dos livros de finanças que traz aprendizados da autora até ela se tornar milionária aos 32 anos de idade. São dez passos simples, que trazem situações reais, planilhas e exercícios para te ajudar a sempre ter dinheiro no bolso e acabar com hábitos prejudiciais.

3. Os segredos da mente milionária

A forma que qualquer pessoa lida com o dinheiro é construída ainda na infância. Ou seja, se os pais não têm o hábito de economizar, dificilmente os filhos terão. Dessa forma, T. Harv Eker mostra neste livro como acabar com essas crenças destrutivas e mudar sua relação com as finanças.

Para o escritor, é um grande mito achar que “algumas pessoas estão destinadas à riqueza e outras a uma vida de dureza”. No entanto, é preciso saber administrar o dinheiro de forma eficiente e fazer com que ele trabalhe para você e não o contrário.

O livro de finanças traz diversos princípios, entre eles:

  • Os gastos excessivos têm a ver com a falta de satisfação na vida;
  • O segredo do sucesso é crescer pessoalmente para se tornar maior do que qualquer adversidade;
  • Ou você controla o seu dinheiro ou ele controlará você;
  • Entre outros.

4. Do mil ao milhão entre os melhores livros de finanças do País

Thiago Nigro, criador da plataforma O Primo Rico, mostra por meio de dados e de sua experiência que qualquer pessoa pode ter riquezas, desde que esteja disposta a aprender e a se dedicar.

Nesse sentido, “Do mil ao milhão” aborda três pilares importantes para atingir a independência financeira:

  • A importância de saber gastar bem;
  • Ganhar dinheiro investindo da maneira certa;
  • Investir como um profissional, mesmo sem entender o básico de investimentos;

5. Como organizar sua vida financeira

Do autor Gustavo Cerbasi, esse livro de finanças reúne diversas dicas sobre gerenciamento de dinheiro, bem como temas considerados complexos, como:

  • Declaração do Imposto de Renda;
  • Melhores tipos de investimentos;
  • Seguros;
  • Entre outros.

Dessa forma, o título “Como organizar sua vida financeira” propõe ajudar o leitor a planejar um futuro mais próspero. Para isso, ele mostra como fazer uma análise do orçamento doméstico, patrimônio para alcançar a independência financeira, bem como os pontos que podem ser aperfeiçoados.

6. O investidor inteligente

Publicado pela primeira vez em 1949, esse é um dos livros de finanças mais lidos no mundo. Nele, o consultor de investimentos Benjamin Graham ensina como investir da forma correta e a longo prazo.

De acordo com ele, existem dois tipos de investidores, o da defensiva e o empreendedor. O primeiro é aquele que não tem muito tempo para se aprofundar no assunto. Já o segundo, é aquele tipo de pessoa que procura saber mais sobre finanças. 

Apesar disso, ele mostra que a educação financeira é essencial para ambos, bem como a diversificação de investimentos e não seguir o mercado.

7. Casais inteligentes enriquecem juntos

Nesse outro livro de finanças, Gustavo Cerbasi mostra como o dinheiro é a principal causa de desentendimentos de um casal. De acordo com ele, a maioria não conversa sobre o assunto, não tem um orçamento definido ou ainda não define metas e objetivos em conjunto.

Ainda assim, segundo o autor, é possível mudar essa realidade, desde que ambos tenham compromisso e dedicação, independente se são namorados ou com filhos adultos.

8. Adeus Aposentadoria

É mais um título de Gustavo Cerbasi, lançado em 2014. Nele o autor fala que o conceito de viver de um auxílio mensal mesmo depois de trabalhar e ainda manter um padrão de vida é ultrapassado. Além disso, ele acredita que ter apenas uma poupança não é suficiente.

Assim, em o “Adeus Aposentadoria” o autor aborda a necessidade de se adotar um modelo realista de planejamento, reunindo para isso pesquisas e reflexões sobre o assunto. 

Do mesmo modo, ele também mostra como lidar com o dinheiro a partir de conselhos sobre investimentos, empreender e gerenciamento de carreira.

9. O homem mais rico da babilônia

Escrito em 1926 por George Clason, esse livro mostra como os babilônios adquiriram riquezas através de muita criatividade e empreendedorismo. Portanto, o objetivo principal do título é mostrar que é possível não só economizar mas fazer ainda mais dinheiro com investimentos.

Entre os principais ensinamentos estão:

  • Pague-se primeiro;
  • Multiple seus rendimentos;
  • A importância de proteger o patrimônio ;
  • Investir o dinheiro de forma segura e no conhecido;
  • Pense a longo prazo.

10. Mais esperto que o Diabo

A partir de uma entrevista imaginária do escritor Napoleon Hill com o Diabo, o autor mostra como as pessoas são manipuladas por seis grandes medos:

  • Pobreza;
  • Críticas;
  • Problemas de saúde;
  • Perda do amor;
  • Velhice;
  • Morte.

Sendo assim, o propósito deste livro de finanças é fazer o leitor a descobrir o seu real potencial, se desvencilhar de armadilhas mentais, parar de sabotar sua liberdade e viver uma vida cheia de desafios.

Livros de finanças podem ajudar a mudar hábitos financeiros? 

A maioria dos títulos citados acima trazem reflexões sobre a forma que as pessoas lidam com o dinheiro. Para os autores, as crenças limitantes e gastar mais do que ganha são passadas pelos pais.

Contudo, com exemplos reais, eles mostram que é possível ter novos hábitos. Mas para isso, é preciso dedicação e planejamento.

Vale a pena utilizar livros de finanças como parte do aprendizado? 

Os livros fornecem um conteúdo mais aprofundado, sem interrupções ou propagandas, como acontece no YouTube, por exemplo. 

Do mesmo modo, você ainda pode pausar a leitura para buscar entender sobre um determinado conceito, ler a ideia de um outro autor. São essas atitudes que vão te ajudar a adquirir mais conhecimento sobre finanças e até mesmo mudar de hábitos.

Agora, se você deseja saber como conquistar o primeiro milhão antes dos 30, leia este artigo que o Grupo Capital preparou para você.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *