Metas e objetivos – Por que esse processo é tão importante?

Um planejamento pessoal eficaz necessita da definição de metas e objetivos a curto, médio e longo prazo.

Afinal, tarefas e imprevistos surgem a todo momento no dia a dia. E isso pode fazer com que você continue sempre adiando projetos e conquistas para o ano seguinte.

Portanto, aproveitar os últimos dias de dezembro para analisar suas prioridades e necessidades são essenciais para que seus planos sejam de fato colocados em prática.

Assim, se você deseja saber por que é importante traçar metas e objetivos para o seu ano, continue lendo esse artigo que o Grupo Capital DF preparou para você.

Por que planejar metas e objetivos antes do começo do ano?

Fazer uma lista com metas e objetivos anual é um hábito comum entre pessoas que desejam fazer seu ano diferente e melhor.

Mas o fato de deixar para fazer isso só no início do ano em questão pode atrasar seu planejamento. Além disso, a possibilidade deles nem saírem do papel é grande.

Afinal, janeiro normalmente chega com uma série de contas para pagar, como matrícula da escola ou faculdade, IPVA, IPTU, compra de material escolar, entre outras.

Desse modo, aproveitar o mês de dezembro para planejar o ano seguinte pode fazer a diferença.

Pois você consegue administrar melhor as despesas de janeiro, bem como focar e trabalhar no que deseja realizar no próximo ano.

Quais os tipos de metas mais conhecidas?

Algumas metas são comuns para a maioria das pessoas, como melhorar a alimentação ou planejar uma viagem em família.

Curto prazo 

Geralmente as metas de curto prazo são aquelas que você pretende realizar já nos primeiros meses do ano, como:

  • Melhorar a alimentação;
  • Fazer exercícios físicos regularmente;
  • Organizar as finanças pessoais;
  • Aprender um novo idioma;
  • Preparar uma festa em casa;
  • Entre outros.

Médio prazo

Já as metas de médio prazo necessitam de um planejamento maior, ou ainda que dependem da concretização das metas de curto prazo.

Assim, se você deseja quitar as dívidas até junho, você precisará primeiro organizar as finanças e controlar os gastos.

Além disso, outras metas de médio prazo comum são:

  • Planejar uma viagem de férias com a família ou amigos;
  • Realizar uma pequena reforma na casa;
  • Investir na capacitação profissional por meio de cursos;
  • Mudar de emprego.

Longo prazo

As metas de longo prazo são aquelas que envolvem diversos fatores e, por isso, precisam de um tempo muito maior para serem planejadas.

Assim, se você quer comprar um carro novo, mas ainda tem algumas dívidas, precisará primeiro organizar as finanças e quitar as dívidas.

Normalmente os objetivos de longo prazo são:

  • Fazer uma viagem para o exterior;
  • Mudar de cidade;
  • Comprar uma casa.

Como organizar as metas e objetivos para 2021?

Agora que você já sabe a importância de traçar metas e objetivos para 2021, veja como fazer com que eles de fato sejam alcançados.

Determine suas metas

O primeiro passo para planejar melhor o seu próximo ano é definindo as metas.

No entanto, você precisa focar em suas prioridades e em coisas reais. Não adianta colocar como meta ficar milionário, se o seu salário é baixo e você está endividado.

Além disso, elas devem estar conectadas às suas prioridades. Neste caso, se sair da casa dos pais até julho está no topo de sua lista, metas como trocar de emprego ou abrir o próprio negócio podem atrapalhar este processo.

Portanto, metas irreais e intangíveis só servem para te deixar desmotivado.

Trace objetivos

Os objetivos representam o caminho a ser utilizado para que uma meta seja de fato alcançada. 

Dessa forma, se você deseja melhorar sua alimentação, seus objetivos podem ser:

Tomar um café da manhã equilibrado antes de sair de casa;

Cozinhar minha própria comida;

Comprar frutas e verduras aos finais de semana;

Cortar refrigerante, doces e frituras;

Ou seja, os objetivos são pequenas mudanças de atitude e de hábitos que te aproximam de uma meta.

Tenha um cronograma

Todo plano que se preze tem um prazo final para ser realizado. Com suas metas e objetivos pessoais isso não é diferente.

Dessa forma, separe as metas em curto, médio e longo prazo e as alinhe com os meses do ano.

  • curto prazo: janeiro a abril
  • médio prazo: maio a agosto
  • longo: setembro a dezembro

Se uma de suas metas a médio prazo é comprar um carro novo, estabeleça um período final para que isso aconteça. 

Isso ajuda a não só organizar seu plano, mas também fazer com que as condições sejam favoráveis. 

Afinal, não é tão simples comprar um carro. Você precisa dar uma entrada, caso vá financiar; alinhar o valor das parcelas ao seu salário, cortar gastos, ter uma reserva de emergência para imprevistos, entre outros. 

Concilie as metas pessoais e profissionais

Esse é um fator muito importante, principalmente para quem tem o próprio negócio ou cargos de gerência e coordenação.

Pode ser que uma de suas metas seja trocar de casa, mas a empresa que você trabalha vai abrir uma filial em outra cidade e você vai precisar se mudar. Ou seja, não faz sentido trocar de casa este ano.

Agora, se você tem um pequeno negócio e deseja expandir suas operações, terá que deixar a viagem internacional em família para o próximo ano.

Acompanhe e, se preciso, altere seus planos

De nada adianta traçar metas e objetivos, anotar tudo em um caderno ou em uma ferramenta online e nunca mais verificá-los.

Um projeto não vai ser executado apenas com o planejamento, é preciso agir.

Você precisa acompanhar constantemente como estão seus planos. Os objetivos estão sendo cumpridos? Você irá conseguir alcançar as metas de curto prazo?

Além disso, as necessidades e prioridades podem mudar no decorrer do ano. E pode ser que você tenha que alterar ou adiar alguma meta.

O nascimento de um filho, pode fazer com que os planos de reformar a casa ou comprar uma televisão maior sejam adiados.

As principais metas e objetivos do próximo ano 

Alguns recursos e ferramentas podem te ajudar a atingir metas e objetivos mais rapidamente, veja:

Comprar um carro novo

Se a sua principal meta para 2021 é comprar um carro novo, você pode alcançar essa meta por meio de um consórcio de veículos.

Essa é uma das formas mais atrativas para realizar o sonho de ter um carro próprio. 

Além de não exigir uma quantia de entrada, o valor do veículo é parcelado de forma integral e não possui taxas de juros. Você só paga a taxa administrativa.

Veja as demais vantagens de se fazer um consórcio de veículo aqui.

Sair do aluguel

O consórcio de imóvel também é uma alternativa para quem quer sair do aluguel a longo prazo.

Afinal, a carta de crédito pode ser usada para comprar uma casa nova ou usada, comprar um imóvel residencial ou comercial ou ainda para construir em um terreno que você já possua.

Assim como ocorre no de veículos, o consórcio de imóveis é livre de entrada e de taxas de juros. Além disso, não é preciso comprovar renda para entrar no grupo.

Investir seu dinheiro

Uma meta tangível que pode fazer parte do seu planejamento é o investimento em produtos financeiros, como poupança, CDB, tesouro direto, LCA e LCI.

Investimentos garantem independência financeira e crescimento econômico em um curto período. Afinal, eles representam uma forma segura de aplicar dinheiro e ter um retorno maior.

Portanto, é um tipo de meta para quem tem grandes planos ou sonhos.

Comprar um carro novo ou ter a casa própria faz parte de suas metas e objetivos para 2021? Entre em contato com a Central de Atendimento do Grupo Capital DF e tire todas as suas dúvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *